Livros

Amy, Minha Filha

_DSC0040 cópia

No dia 23 de Julho de 2011 o mundo perdia uma das grandes maiores vozes da atualidade, a cantora Amy Winehouse. Uma cantora com um vocal poderoso, alcançou o estrelado de uma maneira estrondosa fazendo com que Amy fosse reconhecida mundialmente. Infelizmente, a cantora não soube lidar com seus problemas com drogas e álcool e para felicidade da mídia que a tanto perseguia, ela passava uma imagem de uma mulher totalmente louca e desequilibrada. Depois da sua morte, seu pai e seu melhor amigo resolveu escrever uma biografia sobre a sua amada filha que na realidade era só uma menina indefesa que estava tentando encontrar o seu lugar no mundo.

Nesse livro vemos um lado de uma Amy totalmente desconhecida pelo público, era engraçada, companheira e com uma personalidade super forte. A relação dela com o seu pai é muito linda, ele conta cada detalhe que aconteceu na vida dela de uma maneira simples e sem rodeios. Sofremos e rimos juntos com os momentos de Amy e também o momento antes da sua morte foi uma das coisas mais lindas que já li, é inevitável segurar o choro.

O que mais te tira do sério nessa história toda é o perturbado relacionamento de Amy com Blake. Usuário de drogas, Blake foi o responsável por levar Amy para esse caminho, para o desespero do seu pai. Como se trata da visão de Mitch Winehouse fica óbvio que ele culpa Blake por todos os problemas que Amy passou, mas o que mais intrigava mesmo era que ela nunca desistia dele. Amy foi uma pessoa muito intensa nos relacionamentos, podemos perceber pelas letras de suas músicas, era apaixonada pela vida e pela música. Desde pequena sempre fora muito talentosa e persistente, por conta própria Amy se inscreveu numa escola de música seu que seu pai soubesse.

O livro possui também algumas fotos e mensagens que Amy mandava para o seu pai, separei algumas fotos dessas imagens para vocês verem:

_DSC0043 cópia

_DSC0047 cópia

_DSC0054 cópia

_DSC0045 cópia

_DSC0055 cópia

Para quem é fã de carteirinha de Amy Winehouse, esse livro é uma boa pedida. Mostra outro lado da história de uma pessoa que impactou de um jeito despretensioso um mercado dominado por “criaturas” bonitinhas, canções chicletes e sem talento algum. Não é atoa que depois de sua morte várias cantoras foram apontadas para assumirem o post deixado por Amy, mas nenhuma dela chegou aos pés dela. Acredito que não existirá outra cantora que venha mostrar tanta criatividade, paixão, rebeldia e liberdade como Amy Winehouse.

Amy, Minha Filha – Mitch Winehouse.

Nota: 5/5.

Páginas: 349.

Ano: 2012.

Editora: Record.

ISBN: 978-85–01-40032-1.

Com amor,

Daniela Farias. ♥

 Me siga nas redes sociais: FacebookInstagramTwitter , Flickr e Skoob.

Anúncios

6 comentários em “Amy, Minha Filha

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s