Livros

1984

_DSC00021984 cópia

Finalmente terminei o livro 1984, esse clássico da literatura internacional escrito por Eric Arthur Blair mais conhecido por seu pseudônimo George Orwell.

Sinopse:Winston, herói de 1984, último romance de George Orwell, vive aprisionado na engrenagem totalitária de uma sociedade completamente dominada pelo Estado, onde tudo é feito coletivamente, mas cada qual vive sozinho. Ninguém escapa à vigilância do Grande Irmão, a mais famosa personificação literária de um poder cínico e cruel ao infinito, além de vazio de sentido histórico. De fato, a ideologia do Partido dominante em Oceânia não visa nada de coisa alguma para ninguém, no presente ou no futuro. O’Brien, hierarca do Partido, é quem explica a Winston que ‘só nos interessa o poder em si. Nem riqueza, nem luxo, nem vida longa, nem felicidade – só o poder pelo poder, poder puro. Fonte: Skoob

Confesso para você que ler o 1984 não foi uma tarefa fácil, creio que levei um mês para termina-lo. O clima da narrativa já começa pesado, quando nos damos logo de cara com um sistema de governo totalmente controlador governado pelo Grande Irmão, um simbolo do Partido que administra o estado de Ocêania. Depois de uma guerra nuclear, o sistema desse novo governo é baseado no ódio, medo e repressão, onde vemos pessoas completamente pressas a imagem daquele que se diz o salvador e a única esperança para um povo desesperado. Em meio a tudo isso, encontramos Winston, o personagem principal da história, que começa levantar questionamentos sobre com era o mundo antes da guerra nuclear. Winston é um personagem um tanto apático, por mais que ele tenha sofrido eu não consegui me apegar a ele, diferente do que aconteceu com a personagem e companheira de Winston, Júlia, que possui carisma e uma personalidade um pouco mais ativa do que o seu companheiro.

Por mais que seja oprimido, Winston poderia sim ter sido um personagem que poderia ter ido mais além, já que ele foi único que não se submetia a todos os tratamentos de tortura que passou, poderia ter sido algo mais explorado na história, mas se você for analisar o contexto histórico desse livro, era o período em que a sociedade ainda esta sobre os efeitos da 2ª Guerra Mundial onde os sentimentos da época são refletidos nessa história: sentimentos de incerteza, insegurança de um futuro que estaria ou não por vir.

Foi difícil digerir algumas partes desse livro, especialmente nas cenas de tortura mas não há como negar que George Orwell foi brilhantemente genial ao criar um universo totalmente opressor, onde sistema de governo não só controla a vida do cidadão em si, mas como construir um novo vocabulário, chamado Novafala e tentar controlar o pensamento das pessoas, fazendo com que se tornem completamente alheios a vida. O livro aborda essa questão e não só critica a forma de governo na época, mas também questiona até onde o ser humano é capaz de chegar com o poder que lhe dado. É se pensar e se refletir muito sobre como sociedade e governo vem caminhado nesses últimos tempos. A manipulação, a liberdade de expressão e o controle sobre a vida pode ir um dia parar nas mão de alguém que possa perder o controle de uma nação? Hitler já esteve presente, será que algum momento  podemos sofrer isso de novo? É de se pensar para qual rumo estamos caminhando…

1984 – George Orwell.

Nota: 5/5.

Páginas: 414.

Ano: 2014 (21 º edição).

Editora: Companhia das Letras.

ISBN: 978-85-359-1484-9.

Sobre o autor

George_Orwell_press_photo

 

Eric Arthur Blair, mais famoso como George Orwell, nasceu em 1903 na Índia. É considerado uns dos maiores escritores do século XX e 1984 foi seu último livro escrito. Morreu de tuberculose em 1950.

 

livroparcerialogo

Redes Sociais:  FacebookTwitter Skoob.

Anúncios

16 comentários em “1984

  1. .ótima resenha.. o clima do livro é mesmo pesado, e me impressionou bastante a leitura.. Orwell faz uma crítica aos regimes totalitários, mas embora a traição, por assim dizer, de Winston em relação a Júlia seja deprimente, como deprimente é o final, que nos sirva de alerta.. Permito-me sugerir a versão cinematográfica do livro, datada de 1984, com os atores John Hurt e Richard Burton interpretendo, respectivamente, Winston e O’Brien …

    Curtido por 1 pessoa

  2. Dani,

    O livro do Orwell é um clássico e com passagens que são atuais até hoje. Tanto a ambientação, que não é assim tão inacreditável quanto a gente possa imaginar, quanto o controle do governo na comunicação, algo tão comum que a gente nem dá mais bola. Li esse livro na faculdade e tenho muita vontade de reler nos dias atuais, acho que vale muito a pena. :)))

    Beijoca, ótima resenha!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s