Livros

Especial Zahar: O Mágico de Oz

foto para o blog1 Olá amiguinhos!

Hoje venho mostrar para vocês o livro O Mágico de Oz, lançado magicamente pela editora Zahar que vem fazendo um belíssimo trabalho com as suas edições de luxo. Capa maravilhosa, ilustrações originais, diagramação muito boa e um acabamento lindíssimo!

Sinopse: O Mágico de Oz – “Quando estava na metade do caminho, ouviu-se um grito fortíssimo do vento e a casa sacudiu com tanta força que Dorothy perdeu o equilíbrio e caiu sentada no chão. E então uma coisa muito estranha aconteceu. A casa rodopiou duas ou três vezes e começou a levantar voo devagar, Dorothy teve a sensação de que subia no ar a bordo de um balão.”Um ciclone atinge a casa onde Dorothy vive com os tios e ela e seu cachorro Totó são levados pela ventania e param na Terra de Oz. Por lá, Dorothy faz novos amigos – o Espantalho, o Lenhador de Lata e o Leão Covarde -, encara perigos, vive histórias fantásticas e precisa enfrentar seus próprios medos. Depois de tantas aventuras, a menina descobre que seus Sapatos de Prata têm poderes mágicos e podem levá-la para qualquer parte. Mas não existe melhor lugar no mundo do que a própria casa.Um clássico indiscutível para todas as idades. Fonte: Skoob

Então pessoal como descrito na sinopse acima, temos a personagem Dorothy uma garotinha que mora na pacata cidade de Kansas no Estados Unidos que após um ciclone levar sua casa, ela vai parar em um mundo bastante estranho.Uma peculiaridade bastante interessante nessa parte é a presença do tons cinza, a cidade não tem cores vivias e vibrantes, diferente de quando  Dorothy chega em Oz, vemos a presença de cores vivas, o que é bastante interessante a maneira de como o Mundo de Oz é divido. Oz_Mapa.svg Pode-se dizer que as cores marcam muito a característica do livro, elas não possuem significados específicos mas podemos perceber a influência da teoria das cores influenciando cada habitante do povo de Oz.

Os personagens que acompanham Dorothy na sua jornada são os famosos Lenhador de Lata, O Leão Covarde, o Espantalho e o Totó, o cachorrinho fofinho que também vai para Oz. Aqui podemos ver que cada personagem almeja algo para si, o Espantalho deseja um cérebro, o Lenhador de Lata quer um coração, o Leão Covarde quer ter coragem para finalmente se tornar o Rei dos Animais e Dorothy que deseja apenas voltar para casa. O que é interessante de se observar é que esses personagem trazem consigo uma lição de moral, todos eles já tem dentro de si aquilo que buscam porém não dão conta disso, fazendo nos lembrar que muitas vezes já temos aquilo que precisamos mais ainda ficamos naquela busca às cegas de encontrar o algo que já está dentro de nós.

Outro aspecto interessante é a personagem principal ser uma menina com bastante personalidade e cativante, na época em que foi lançado o livro, Dorothy foi uma  personagem muito elogiada pelas feministas da época pelo fato de ser uma personagem forte, firme e sem aquele “mimimi” que personagens femininas de contos infantis costumavam ser. Aqui ela não precisou ser salva por nenhum príncipe encantado, enfrentou e protegeu seus amigos com garra e coragem. Não que ela fosse uma ~Katniss Everdeen~, afinal ela é apenas uma menina querendo voltar para casa e teve seus momentos de fragilidade, mas mesmo assim ela seguiu em frente, tornando-se uma grande referência para as personagens femininas de livros até hoje. Apesar de ser tratada como uma história infantil, O Mágico de Oz ainda continua falar com diversas gerações de todas as idades. Estudiosos do livros contam que a narrativa de L. Frank Baum trás bastante passagens simbólicas em relação ao período em que o livro foi escrito, mostrando como Estados Unidos estava após a Guerra Civil que deixou o país bastante divido em termos de política. A representação de Oz na Cidade das Esmeraldas fazendo seu povo usar um óculos verde preso com uma chave, nos mostra como era visto a política na época, manipuladora e ditadora. São diversas simbologias no livro que eu poderia escrever aqui, mas o post ficaria enorme! hehehe

Enfim, o que eu quero dizer é que o livro O Mágico de Oz tem uma escrita bastante gostosa de se ler, e que apesar de falar mais com  o publico juvenil, é uma obra que consegue passar uma mensagem para todas as idades e que continua permanecendo como um grande marco na história da literatura americana.

 Nota: 5/5
Sobre o autor
240px-Baum_1911
 Lyman Frank Baum, ou L. Frank Baum foi o escritor do livro O Mágico de Oz, um dos clássicos da literatura americana. O livro virou uma série de livros, ao todo são 14 livros escritos por ele e mais outros que acabaram sendo escritos por outros escritores após a sua morte em 1919. Criador de várias peças de teatro na Broadway, L. Frank Baum deixa sua maior obra torna-se um filme musical em 1939.
Alguém aqui já leu? Se sim, aguardo seu comentário! Venha conversar sobre o livro comigo. 🙂
Até o próximo post!
Redes Sociais:  FacebookTwitter Skoob.
Anúncios

9 comentários em “Especial Zahar: O Mágico de Oz

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s