Livros

Invisível

_DSC0151DAVID cópia

Oi gente linda!

Estou aqui para mais uma resenha do livro Invisível, escrito pela David Levithan em parceria com Andrea Cremer publicado pela editora Galera Record ano passado. So let’s go!

Sinopse: Stephen passou a vida do lado de fora, olhando para dentro. Amaldiçoado desde o nascimento, ele é invisível. Não apenas para si mesmo, mas para todos. Não sabe como é seu próprio rosto. Ele vaga por Nova York, em um esforço contínuo para não desaparecer completamente. Mas um milagre acontece, e ele se chama Elizabeth. Recém-chegada à cidade, a garota procura exatamente o que Stephen mais odeia. A possibilidade de passar despercebida, depois de sofrer com a rejeição dos amigos à opção sexual do irmão. Perdida em pensamentos, Elizabeth não entende por que seu vizinho de apartamento não mexe um dedo quando ela derruba uma sacola de compras no chão. E Stephen não acredita no que está acontecendo… Ela o vê! Stephen tem sido invisível por praticamente toda sua vida – por causa de uma maldição que seu avô, um poderoso conjurador de maldições, lançou sobre a mãe de Stephen antes de ele nascer. Então, quando Elizabeth se muda para o prédio de Stephen em Nova York vinda do Minnesota, ninguém está mais surpreso do que ele próprio com o fato de que ela pode vê-lo. Um amor começa a surgir e quando Stephen confia em Elizebth o seu segredo, os dois decidem mergulhar de cabeça do mundo secreto dos conjuradores de maldições e dos caçadores de feitiços para descobrir uma maneira de quebrar a maldição. Mas as coisas não saem como planejado, especialmente quando o avô de Stephen chega à cidade, descontando sua raiva em todo mundo que cruza seu caminho. No final, Elizabeth e Stephen devem decidir o quão grande é o sacríficio que estão dispostos a fazer para que Stephen se torne visível – porque a resposta pode significar a diferença entre a vida e a morte. Pelo menos para Elizabeth… Fonte: Skoob

David Levithan me conquistou com sua singela escrita no livro Will & Will em parceria com o John Green, então assim que saiu mais um livro dele, fui correndo comprar. Com expectativas à mil, Invisível não cumpriu o seu papel que fora apresentado para o público, vindo com uma premissa de ser um YA o livro entrou numa fantasia desequilibrada onde os personagens são mal desenvolvidos e mal aproveitados.

O que peca nesse livro é em relação ao enredo. Eu achando que a invisibilidade iria ser tratada aqui como uma metáfora, onde dois personagens (do qual um deles é realmente invisível), preenchesse a vida um do outro e tornando assim aquele tipo de  livro cabeça onde leva o leitor a pensar e refletir, bem como o livro Todo o Dia do mesmo autor. Apesar de não ter lido Todo o Dia, sei um pouco do que se trata a história e achei que fosse seguir o mesmo tom mas infelizmente não foi. A história gira em torno da maldição de Stephen que acaba encontrando Elizabeth, uma personagem que teve um desenvolvimento típico de: “serei a salvadora do meu grande amor e sacrificarei tudo para salvá-lo”. Acho lindo esse sacrifício e tals, mas quando a história se arrasta em capítulos e mais capítulos em torno disso o livro torna-se muito cansativo.

Stephen que é desenvolvido por David pareceu tanto apagado na história e a escrita do dele não combina nenhum pouco com a escrita da Andrea Cremer, o que me incomodou bastante pois o contraste entre as escritas deixou claro que Andrea escreve livros tipo de contar a história mesmo, enquanto Levithan tem um aprofundamento maior e sua escrita é um pouco mais metafórica. Até um certo momento, senti que David ficou perdido na história tanto que tem partes que sai um pouco da sua escrita para poder encaixar e trazer coerência com a escrita de Cremer.

Em meio a tantos erros há um acerto, o personagem Laurie irmão de Elizabeth que tem uma história muito mais interessante que o enredo principal, um rapaz homossexual que sofreu um ataque na escola e precisa reconstruir uma nova vida ao lado da família, mas infelizmente acaba ficando em segundo plano e sendo mal aproveitado.

Embora esse livro não tenha dado certo comigo, não significa que deixarei de ler outras obras desses autores. A premissa é boa, só foi mal aproveitada e quem sabe com o final em aberto venha uma continuação para corrigir os erros desse primeiro livro. Espero que venha!

Invisível- David Levithan e Andrea Cremer
ISBN-13: 9788501403223
ISBN-10: 8501403229
Ano: 2014 / Páginas: 322
Idioma: português
Editora: Galera Record

Sobre os autores

seriouscolorsw

Andrea Cremer é criadora da série de fantasia Nightshade, que atualmente tem 3 livros publicados aqui no Brasil pela Editora Galera Record. Site Oficial e Twitter.

downloadDavid Levithan é criador dos livros Dois Garotos Se Beijando, Garoto Encontra Garoto, Uma Noite de Amor e Música e entre diversas obras aclamadas pela crítica. Site Oficial, Facebook e Twitter.

Alguém aqui já leu o livro? Se sim, aguardo seu comentário!

Até o próximo post!

Redes Sociais:  FacebookTwitter Skoob.

Anúncios

Um comentário em “Invisível

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s