Fotografia

Memórias na parede

DSC_5454.jpg

Esses dias, fui fotografar num local bastante inspirador. Era casa de uma moça que tinha uma parede gigantesca com fotos penduradas na parede.

Achei aquilo tão sensacional, que me emocionei. É raro ver fotografias hoje serem imprensas e ainda mais raro ver aquelas fotografias no estilo “minha-mãe-quem-bateu”. Isso me trouxe uma nostalgia tão forte dos meus tempos de criança, quando minha mãe tirava fotos (um tantinho tortas e algumas com o dedo na lente) minhas e do meu irmão. Não faço ideia de onde estão agora, mas ao terminar de escrever este post vou perguntar para minha mãe.

É engraçado ver a espontaneidade nesses momentos, onde o que era o elemento principal era somente registrar para guardar de lembrança. Hoje temos tantas fotos digitais e as reveladas se perderam num mundo de poses, likes e comentários em redes sociais.

Antes de atirar a primeira pedra, deixo claro que isso não é critica – até porque meu trabalho é isso e vivo disso – mas estou aqui para ressaltar que aquelas fotos lá batidas por bater, tem seu valor. São memórias que estão vivas, impressas e que a nossa mente às vezes não dá conta de guardá-las.

A essência da fotografia é essa, dar luz aquelas pequenas memórias que ficam na escuridão do esquecimento, registrar aquelas sensações, sorrisos e alegrias de uma vida inteira.

Anúncios

3 comentários em “Memórias na parede

  1. Que texto lindo, inspirador e emotivo. Me fez relembrar a época de criança e adolescência em que as fotos saiam todas erradas, mas eram engraçadas de se ver depois de reveladas. Tenho até uma foto até hoje, que minha mãe tirou pq ela estava muito orgulhosa de que eu tinha conseguido entrar para uma escola pública muito boa aqui na cidade e ela queria guardar de recordação o primeiro dia em que vesti o uniforme para ir à escola. Resultado da foto? Acho que a emoção foi tão grande que ela literalmente só tirou a foto do uniforme, hahahaha! Minha cabeça foi decepada da foto! Já demos tanta risada disso e sempre que olhamos para essa foto é sempre a mesma gargalhada.
    Obrigada por trazer esse sentimento nostálgico a tona num dia tão sem graça! ;P

    Curtido por 1 pessoa

    1. Ai que linda!
      Que engraçado! hahaha
      A minha mãe era quem batia fotos minhas e do meu irmão, uma vez fomos num parque de diversão e ela que tirou as fotos, toda empolgada. Quando voltou da revelação, caímos na gargalhada pois ela tapou a metade das fotos por ter colocado o dedo na lente. Foi muito engraçado! hahaha
      Fotografia é isso, é despertar esses sentimentos bons e as lembranças.
      Obrigada pelo comentário incrível Raquel! ❤

      Curtido por 1 pessoa

      1. Eu que agradeço por me fazer relembrar a máxima que a gente num dia triste teima em esquecer: “a felicidade está nas coisas mais simples da vida”! E sentir novamente esses momentos bobos mais cheios de amor, com certeza é uma felicidade que deve ser sempre relembrada! 😉

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s