About Me · Música

O seu, o meu e os nossos Hard Times

 

paramore-hard-times-2-630x263
Imagem: Divulgação

No dia 19 de abril de 2017, o Paramore lançou depois de 5 anos sem novas músicas o single Hard Times, um mês antes do lançamento do quinto álbum chamado After Laughter.

A princípio, um choque. Uma nova mudança de estilo musical da banda, uma pegada anos 80, com luzes coloridas, roupas diferentes e Hayley sem o cabelo laranja. Desconfiada, fui ver o que pessoal estava achando do novo single e ali estava uma enxurrada de críticas por parte dos fãs que esperavam o antigo Paramore de volta e confesso que também estava esperando.

giphy1
Reprodução: site Giphy

Mas depois de dar mais uma chance para o single, não foi difícil não me identificar com ele, os Hard Times da Hayley deram um estalo na minha cabeça de que todos estamos na mesma merda. Lendo entrevistas da cantora, nesses 5 anos Hayley e a banda praticamente estavam passando por momentos bastante delicados e parecia o fim do Paramore, mas com o retorno de Zac e ajuda motivacional do Taylor eis que a banda surge das cinzas como uma fênix colorida no estilo anos 80.

Vendo todas as dificuldades desses três jovens, pude observar que os meus últimos anos também foram difíceis, desde a perda de emprego, a descoberta que não sirvo para ser professora, a descoberta com a fotografia, a perda da minha avó e a mais difícil de aceitar que foi a minha saúde mental está comprometida pela ansiedade e depressão.

A letra de Hard Times se abriu em mim como um divisor de águas. Tudo que eu queria dizer, estava ali naquela melodia alegre com letra triste e porque tem uma coisa que nós com transtornos de ansiedade mais queremos é saber que há alguém passando mesmas dificuldades que você.

giphy2
Reprodução: site Giphy

Nas entrevistas, Hayley disse que talvez há um tempo atrás ela não diria que estava com depressão mas que hoje ela está. Se você teve a oportunidade de ouvir o novo álbum pode identificar que as letras estão mais para um desabafo por tudo que ela passou e que ela ainda se sente temerosa pelo futuro da banda.

É difícil aceitar os Hard Times, mas eles são necessários. Essa música, assim como as demais do álbum, vem para mostrar que é nos momentos difíceis precisamos ter força e no caso da Hayley, ela usou toda sua ansiedade, tristeza e medo para escrever as composições para poder vencer esse Hard Times.

giphy3
Reprodução: site Giphy

De todos os álbuns, músicas do Paramore que ouvi Hard Times foi a letra que mais falou comigo, que mais veio mais à calhar neste exato momento que estou passando. O Paramore amadureceu e cresceu nesses Hard Times e se entregou sem medo para algo que eles realmente querem fazer, querem ser para um público que esperava mais do mesmo. Quantas vezes nós esperamos para ser algo mais do mesmo, algo que seja rotineiro porque a mudança sempre gera um desconforto não só para quem muda, mas para os outros que nos acompanham.

Aceitação é sempre difícil, mas quando se prova que a mudança é necessária ela se torna a melhor companheira que se poderia ter. A mudança, a transição para o amadurecimento nos deixa mais seguros e fortes para os próximos Hard Times da vida. Acredito que é isso que Paramore quer mostrar nessa fase, algo que seja inspirador para outras pessoas que estão presas nos hard times da vida e que assim como Hayley possam dizer em alto e bom som: tell my friends I’m coming down, We’ll kick it when I hit the ground.

O portal The Odyssey fez uma artigo  muito interessante sobre o novo álbum do Paramore e a sua relevância para saúde mental, essa entrevista foi traduzida pelo pessoal do site do ParamoreBR que você pode ler a matéria clicando aqui.

Veja o clipe de  Hard Times:

E aí, já curtiu o novo álbum do Paramore? Me conte o que achou nos comentários!

Até o próximo post!

Anúncios

4 comentários em “O seu, o meu e os nossos Hard Times

  1. Oi Dani,
    Realmente foi um choque quando ouvi essa musica pela primeira vez. Acho que eu, assim como você e os demais fãs, estávamos esperando o antigo Paramore. Tantas coisas aconteceram nesses últimos 5 anos, tanta coisa mudou e tantas outras permanecem iguais, mas acho que seria injusto desejar que essa banda que significou e ainda significa pra tanta gente, permanecesse a mesma!
    To me identificando ainda com esse ‘novo’ Paramore, mas to gostando muito.

    Que bom que você encontrou sentido em meio a tanto caos, com essa música. Eu entendo o que você está passando, aguenta firme e se apegue a cada dia mais nessas coisas que te inspiram!
    Beijos ❤

    Curtido por 1 pessoa

    1. Thamy linda!
      Que felicidade em ver você por aqui! ❤
      Acho que todo mundo levou um susto né? Mas a mudança faz parte da vida, e com a Hayley que sofreu tanto nesses últimos anos, não seria diferente.
      Ainda estou aprendendo a lhe dar com as mudanças, elas não são fáceis mas necessárias. Tudo é questão de tempo e paciência, algo que preciso muito na minha vida.

      Obrigada pelas palavras, elas significam muito para mim! Pretendo voltar com o blog ao normal, aos pouquinhos como era antes. Escrever e ler me faz muita falta e espero que consiga retomar o contato com as pessoas desse meio novamente. Obrigada por você aparecer por aqui! ❤
      Beijo grande!

      Curtir

  2. Quem ouviu e curtiu “Ain’t It Fun” e “Still into You” nem deveria ficar chateado, foi a prévia da progressão que eles, como banda, fizeram nesse novo disco. Surpreso, sim, porque eu fiquei, mas adorei desde a primeira escutada.
    Por que fazer a mesma receita só porque agrada geral?
    Músicos sempre querem implementar. E a música dá tanta liberdade!!!
    Espero que o povo entenda isso.

    Muito bom saber que ela tá mostrando essa bad com “melodia alegre com letra triste” isso é otimismo, motivação.
    Mostra o ser humano por trás do produto Paramore. Eu curto demais isso.
    Esse disco é pra colocar no carro e se perder sem destino.
    É dançar sentindo cada nota.

    Transtorno e depressão no século XXI é de praxe, é culpa do tempo que estamos vivendo.
    Não existe um ser humano capaz de sair imune.
    Os que conseguem controlar sem ajuda de terapia ou remédios, é uma joia rara, das mais raras que existe.
    A internet é foda, porque além de nos identificar, podemos dar apoio e mostrar que não há culpa em se sentir assim, a gente nem sabe, às vezes, a origem do sentimento ou do não sentimento.

    Da minha experiência com transtorno de ansiedade, posso concordar como é difícil, porque olha só né, como lidar quando você está no trabalho e de repente seu coração acelera, sua respiração fica entrecortada sem motivo algum? Você questiona até sua sanidade. Então, eu reflito, respirando fundo, fico falando comigo ..mesma.. me acalmando, me dizendo que não tenho razão para estar surtando, uso o auto controle, funciona, mas tenho que parar tudo que estiver fazendo e se tiver muita gente tenho que ir pra algum lugar restrito, tipo o banheiro. É um controle diário para não virar pânico.

    Quero fazer terapia, mas né $$$, inclusive todo mundo deveria fazer.
    Auto conhecimento e reconhecimento das suas vulnerabilidades, faz toda diferença pra vida, pra sua felicidade.

    Vamos seguindo e se tratando .
    A vida é isso, esse doce amargo.
    Bora viver mermo assim ♥
    Ainda vale a pena!!

    xero

    http://rascunhosehistorias.blogspot.com.br/

    Curtido por 1 pessoa

    1. Olá!

      Que comentário incrível esse seu, assino em baxio tudo o que você escreveu.

      Olha só, comecei terapia e desisti há um tempo atrás… quando a pressão por parte dos seus pais, dizendo que você não é maluca e precisa parar com isso é forte, você realmente começa se questionar que merda essa que tá acontecendo com a minha cabeça. Não deveria ter parado, não aconselho ninguém a parar. Eu parei por bobagem, mas quando a crise volta, ela vem pior. Estou tentando colocar tudo nos eixos, fazendo do blog a minha terapia. Afinal, é preciso seguir em frente!

      Olha eu quero muito abraça a Hayley porque ela me representou totalmente nesse álbum! Amando demais! ❤

      Obrigada pelo comentário linda!
      O dia que precisar conversar ou e algo, só me chamar! ❤
      Beijo grande!<3

      Curtir

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s