Filmes

Tartarugas Até Lá Embaixo

DSC_0145

O nosso querido João Verde está de volta com o livro Tartarugas Até Lá Embaixo é definitivamente um dos melhores livros já escritos da sua carreira.

Após uma pausa de 5 anos, John Green volta com tudo nos agraciando com a história de Aza Holmes, uma jovem de 16 anos que sofre de Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC). Além disso, também temos um mistério que ronda a trama o desaparecimento do bilionário Russel Pickett que Aza ao lado de sua melhor amiga Daisy, resolvem investigar para conseguir a  recompensa de 100 mil dólares por qualquer informação sobre o paradeiro do bilionário.

Acho que nunca me identifiquei tanto com um personagem como me identifiquei com a Aza. Realmente fiquei impressionada com a maneira de como essa personagem foi construída, você realmente vai a fundo com os problemas da protagonista, se você tem ansiedade vai se identificar muito em todos os aspectos. Tudo o que eu queria falar, está escrito nesse livro sobre como fica os pensamentos, como a nossa mente é nossa maior inimiga e como afeta as relações pessoais ao nosso redor.

John Green fala com propriedade sobre o assunto, já que o autor lida com seu transtorno desde da infância. Durante a leitura, sentimos que o Aza passa vemos que é um reflexo autobiográfico de tudo que o autor sentiu e ainda sente para tentar controlar seus pensamentos e compulsões. Outra coisa que me deixou completamente apaixonada por esse livro, a como sua escrita amadureceu e desenvolveu bastante. Os personagens ainda tem aqueles aspectos geeks e nerds que John Green gosta de escrever, mas o livro saiu do clichê de se focar em relacionamentos amorosos para tratar sobre amizade entre Aza e Daisy, que sabe dos problemas da amiga e tenta entender como funciona a sua doença mental. É tudo muito bem planejado, pensado e desenvolvido de uma maneira que você se relacione com os personagens muito fácil, mesmo se você não sofra de nenhum transtorno mas queira entender como a mente dessas pessoas funcionam.

John Green também não só de focou num assunto para exorcizar seus demônios, no decorrer da narrativa podemos encontrar várias críticas sobre a desigualdade social, abandono e sobre o método de ingresso nas universidades dos Estados Unidos. Todos os personagens secundários da trama, trazem esses temas consigo sendo abordados de uma maneira sutil e tocante.

Esse foi livro do John que mais fiz marcações em toda a minha vida. Vou deixar aqui umas citações que deixaram fora de sem ar por um bom tempo.

“O verdadeiro terror não é ter medo, é não ter escolha senão senti-lo.” pg. 28

“O ser humano é tão dependente da linguagem que, até certo ponto, não conseguimos entender o que não podemos nomear.” pg. 89

“O mais apavorante não é girar sem parar numa espiral crescente, é girar sem parar na espiral que se afunila. É ser sugado para um redemoinho que vai se fechando mais e mais e esmagando seu mundo até você estar apenas girando sem sair do lugar, preso numa cela que é exatamente do seu tamanho e nem um milímetro a mais, até você finalmente se dar conta que na verdade não está preso na cela. Você é a cela.” pg. 144

NOTA:5/5 favorito do ano!

Nesse vídeo publicado pela editora Intrínseca, John Green explica mais sobre o que motivou a contar sua história sobre a saúde mental.

Antes de encerrar quero dizer que amei a referência ao Sherlock Holmes, já que Aza é uma aspirante a detetive na história. Melhor referência impossível né gente? ❤

E aí já leu? O que achou? Me conte nos comentários!

Até o próximo post! ❤

Redes Sociais:  FacebookInstagramTwitter 

Anúncios

5 comentários em “Tartarugas Até Lá Embaixo

Deixe um comentário!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s